Estratégia Digital

Perfil Pessoal x Perfil Profissional

Perfil Pessoal x Perfil Profissional

Apesar de ter muito curioso por aí dizendo que é opcional ou que você pode começar com o seu Instagram pessoal mesmo, a verdade é que você PRECISA criar um novo perfil.

O mesmo tipo de pessoa que fala que tanto faz, são aquelas que falam que a culpa do seu insucesso é aquele cara malvado chamado Algorítmo e ele, e somente ele, é o responsável por tudo dar errado na sua vida digital…

Eu conto ou você conta? 🤡

A desculpa é sempre aquela de “comece apresentando seu produto para quem já te conhece“. Bla bla bla! No começo, pode ser que realmente você ganhe alguns seguidores e algumas curtidas de amigos camaradas que acham que estão te “ajudando” curtindo e seguindo seu perfil.

Talvez você até tenha pedido pra amigos e parentes seguirem e curtirem seus posts pra no começo não sentir que você tá falando sozinho.

O único conselho que posso te dar quanto a isso é PARE HOJE MESMO DE FAZER ISSO!

Quem dita as regras no Instagram é nosso bom amigo Algorítmo. E cada vez que você age em desacordo com ele, advinha? Pois é… você não vai ter resultados!

Se você entra na casa de alguém, você precisa seguir as regras daquela casa. Se você chegar na casa de uma família vegetariana, e propor um churrasco, provavelmente você não vai fazer muito sucesso, certo? Então deixa eu te contar algo que muita gente esquece: o Instagram é a “casa do Algorítmo”, então ele dita as regras, não você.

Quando você pede para todos os seus amigos curtirem sua página de crochê, por exemplo, se eles não gostarem realmente de crochê, o que vai acontecer é que com o tempo eles vão deixar de interagir com você, mas também não vão deixar de seguir porque acham que estão te fazendo um favor… Acredite, não estão!

Então você fica com aquele monte de pessoas que te seguem mas fingem não estar ali. Você tem seguidores mas eles não tem interesse algum naquilo que você posta…

Pro Algorítmo a mensagem que você está passando é: “meu conteúdo é chato, ninguém gosta e alguns até me silenciaram porque sou irrelevante … ”

E o Instagram vai entregar seus posts para cada vez menos pessoas.

A mesma coisa acontece quando você compra seguidores, participa de muitos sorteios e afins. Você atrai pessoas que nem sabem bem o que estão fazendo ali. Só entraram porque alguém mandou te seguir como regra para participarem da promoção.

E neste ponto é onde muita gente empaca e não cresce! Nem sempre seu conteúdo é ruim, as vezes só seus seguidores que são.

Aqui entra também a parte de você saber exatamente com quem você está falando (mas aí é assunto pra outro post!)

Além do mais, quando a ideia é posicionar sua empresa nas mídias sociais, o próprio nome já diz: seu perfil profissional. Então misturar com sua vida, as dezenas de selfies que você postou no fim de semana ou as fotos de biquini da sua última viagem, não faz sentido algum.

Poste sim alguns momentos do seu dia principalmente nos stories, mas lembre-se que quem está assistindo são seus clientes (ou potenciais clientes), então guarde as maiores baladas e fotos mais íntimas para postar pros seus amigos no perfil pessoal, ok?

É fato que pessoas se conectam com pessoas e é possível humanizar uma marca ou empresa sem ter que se expor demais.

Mostre uma foto de um atendimento, seu café da manhã, sua rotina, um curso que você fez, um hobby que você pratica no fim de semana, uma foto no aeroporto que simboliza sua conquista profissional que proporcionou isso… Enfim, dá pra humanizar sem perder o profissionalismo.

Se você é influencer, aí é oooooutra coisa. As pessoas querem mesmo é ver seu dia e sua vida. Mas se o seu instagram for de uma marca ou empresa, aí cabem alguns filtros, ok?